Google+ Followers

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Multiplicação do delírio necessário para ver a vida como ela não é

Foto/delírio: Tuca



O menino foi catar pensamentos no fundo do seu quintal e deu de cara com um pé de Lua trocando uma prosa com um besouro sedutor, se equilibrando nos galhos da moitinha. Aí o menino resolveu me mandar de presente o pé de Lua e eu adorei. E como o presente é meu, o divido com vocês.

8 comentários:

NesTolo Maneco, vulgoTuca disse...

Besourinho??? era uma libélula a apreciar o por de lua, dividindo sua alma com este deserto lunático que habita meu coração...

Mme. S. disse...

Ups! É mesmo.. é uma libélula. na hora a palavra não veio... foi mal. Mas a foto continua linda... obrigada pelo mimo.

carito disse...

LUABÉLULA!

vera maria disse...

Bem, bem, bem...nunca vi tanta sintonia como a de Madame S com Nestolo - crianças que eu conheci na fase mais aguda de suas infâncias enquanto brincavam de gente grande e nada sabiam de pés de lua ou de por-de-lua. Agora, adultos, continuam a brincar muito lindo e eu quero acompanhar esta brincadeira - naturalmente - sem intrometer-me nela, mas enchendo minha alma de beleza. Beijoa para os dois.

Mme. S. disse...

Vera, minha flor, um cheiro grande para você também que sempre teve "asas nos calcanhares". Beijos, S.

Débora Oliveira disse...

Que imagem linda esse texto trouxe! Muito fofo!Obrigada por compartilhar um presente tão bonito! Bjinhos

Cacau disse...

Lindo seu pésente... Só vc para dividir conosco essa maravilha!!! Bjss,bjs,bjsbjs,bjs

Mme. S. disse...

Minhas meninas, Debby e Cacau, vocês merecem todos os presentes!