Google+ Followers

domingo, 27 de abril de 2014

... ao ouvir o bip, deixe seu recado


Um útero é do tamanho de um punho (Angélica Freitas); Uns Contos (Ettore Bottini); Só para fumantes (Julio Ramón Ribeyro); Na escuridão, amanhã (Rogério Pereira); Rabo de Baleia (Alice Sant´Anna); Os Sonetos de Shakespeare (organização de Vasco Graça Moura, presente de Flavinho) Esquerda Caviar (presente de minha Pleta) e Fim, de Fernanda Torres, compõem a argamassa que me cola ao céu e ao chão, ao mesmo tempo. Ler é um troço que não é só bom ou prazeroso para mim, é algo do qual prescindo para sobreviver, para amar, para compreender, sofrer, calar, para viver. Por isso ando tão ausente daqui. Esses livros me chegaram todos de uma vez e estou ocupada, fazendo o que gosto. Uma "discípula", uma fã incondicional, uma admiradora de Borges, sou consciente que a leitura me é tão necessária quanto a vida.

Nenhum comentário: