Google+ Followers

terça-feira, 29 de julho de 2014

"Anabela", por Renato Braz

6 comentários:

Anônimo disse...

Essa canção de Paulo César Pinheiro e Mário Gil, alcançou na belíssima voz de Renato Braz a interpretação perfeita, e ouso afirmar, uma interpretação venal e profunda. Outra embriagadora canção interpretada por Renato Braz é "Desenredo", novamente Paulo César Pinheiro em parceria com o excelente violonista Dori Caymmi. Neste vídeo que ora apresento, se é que você e seus leitores já não o conhecem, junta-se a voz de Renato, o extraordinário Dori e o virtusismo de Zé Renato. Ficou muito bom! Tem uma outra versão que é o Boca Livre e Roberta Sá. Também ficou excelente! Felicito-a pelas publicações sonoras e literárias.

http://www.youtube.com/watch?v=k-rFnhcNbX0

Ítalo de Melo Ramalho.

Anônimo disse...

Desculpa-me se pareço insistente ou até mesmo inconveniente com publicações de comentários e, como se não bastasse, com indicações de vídeos que (re)descubro nesse vasto mundo virtual, sem saber se Você e seus leitores/as já não os conheciam. Prometo diminuir exageradamente esse tipo de conduta. Mas veja, nessa manhã chuvosa e friorenta, estou a deleitar-me com essas, que reputo, belas canções. Algumas me surpreendem, como essa que irei publicar aqui, nos comentários, pois trata-se de uma jovem que, até então, passaria despercebida por mim. Não foi o que aconteceu! Achei muito fina, de bom gosto mesmo. Tanto a melodia quanto a letra são suaves e fortes concomitantemente. Bem que poderia ser o tema de Zelão (Irhandir Santos) e Profª Juliana (Bruna Linzmeyer) da novela das 18h, Meu Pedacinho de Chão. Espero que goste!

http://www.youtube.com/watch?v=2WV9KqNpVuQ

Ítalo de Melo Ramalho.

Mme. S. disse...

Oi Ítalo, você não é nada inconveniente. Adoro suas intervenções, opiniões, dicas e gosto musical. Mi casa es su casa! Fique à vontade. Volte sempre!
Hoje deu uma nostalgia e fiquei ouvindo coisas da Björk. conheço-a desde a época do Sugar Cubes... você a conhece?

Bjs, S.

Mme. S. disse...

Já coloquei algumas coisas aqui da Mallu Magalhães. Ela e o marido, Marcelo Camelo, são incríveis. Ela é muito precoce e ele um virtuoso. Bjs, adoro ambos.

Mme. S. disse...

Ítalo, nesse link, você confere o álbum "Pitanga" inteiro da Mallu Magalhães. Enjoy!

https://www.youtube.com/watch?v=VZT8s2KqHf8

Anônimo disse...

Fico grato e garanto intervir em seu caderno de anotações virtuais quando supor que a contribuição merecerá ser dividido contigo e seus leitores/as. 1. Não conheço a obra de Björk. Li um comentário, uma resenha, em que ela afirmava a forte influência de Milton Nascimento e Elis Regina em seu canto. Ela demonstra ter bom gosto. kkkkk... 1.a. Também assisti num programa televisivo sobre cinema, uma participação dela na sétima arte que, por sinal, foi muito elogiada. 2. Marcelo Camelo é um maravilhoso compositor. Certa feita, afirmara que a grande pianista brasileira, Guiomar Novaes, era uma forte influência em seu trabalho, ou seja, ele sabe escolher os seus nortes. Já Mallu, não é apenas uma voz bonita. Também tá se mostrando uma boa compositora e letrista. 3. Irei escutar sim o albúm "Pitanga".
Eu conheço muito pouco do cenário internacional. Vou colhendo informações a medida que vão se apresentando. Exemplo mais recente foi o DeVotchKa. Agora tem Beatles que é imprescindível para mim.
Aqui no Brasil tenho me detido ao que alguns amigos/as sugerem a minha audição. Ou seja, apenas diletância. Quando gosto, procuro fazer uma pesquisa rápido no Mr. Google e depois vou a caça. Essa canção que irei postar aqui nos comentários - percebeu como mantenho a minha palavra? kkkk... Foi apresentada por um primo. Achei essa versão sensacional. Trata-se de uma composição de Rodrigo Amarante, parceiro de Marcelo Camelo no Los Hermanos. Veja que coisa linda!

http://www.youtube.com/watch?v=pqUMk7N3WEE

Será que faltei responder alguma indagação? kkkkkk...

Beijo,

Ítalo de Melo Ramalho.